Medi@ções

A Medi@ções é uma publicação eletrónica bianual da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal, cuja finalidade é divulgar trabalhos inéditos na interface das Ciências Sociais e Humanas com o campo da Comunicação e Linguagem, da Informação, da Educação, das Artes, do Desporto ou da Animação. A Medi@ções é especialmente vocacionada para divulgar estudos nos domínios referidos, incentivar o intercâmbio de ideias e experiências e contribuir para o debate entre as diferentes de linhas do pensamento científico.

A revista Medi@ções encontra-se indexada no Diretório e Catálogo do Sistema Regional de Informação em Linha para Revistas Científicas da América Latina, Caraíbas Espanha e Portugal "Latindex " com o número de Folio 25382.

Imagem de capa da revista

Notícias

 

Próximo número: História local

 
A história é um relato, uma escrita do passado segundo as modalidades e as regras de um ofício, (…) que tenta responder a questões suscitadas pela memória. A história nasce, portanto, da memória. (Traverso, 2012, 21)

Um dos substratos da História local é a interseção entre história e memória, simultaneamente como palco de envolvimento das comunidades com o seu espaço e memória coletiva. É pela ação da História local que práticas sociais e culturais, acontecimentos, e até personalidades individuais ou coletivas de um determinado território são/foram (des)ocultadas.

Um dos substratos da História local é a interseção entre história e memória, simultaneamente como palco de envolvimento das comunidades com o seu espaço e memória coletiva. É pela ação da História local que práticas sociais e culturais, acontecimentos, e até personalidades individuais ou coletivas de um determinado território são/foram (des)ocultadas.

Por ter a potencialidade de trabalhar desafios e problemas da “história geral colocado a testemunhos que proporcionam um campo de experiências restrito” (Bloch, 1978, 49), a investigação histórica aplicada às realidades locais permite também a articulação de acontecimentos e vivências locais com a produção historiográfica nacional e internacional.
O «local» assume-se como referente para a apropriação e conhecimento do passado dos territórios e das suas gentes, mas também para a projeção futura das comunidades.

Neste quadro, faz todo sentido que a Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal - espaço de ensino e de investigação alicerçado no contacto com o território, que tem na sua matriz inicial a determinação de um entrosamento permanente com a região – dedique o próximo número (vol.9, nº1) da sua revista Medi@ções à História local.
Este número da revista procura contribuir para o debate sobre a atualidade da História local, integrando reflexões, investigações e trabalhos desenvolvidos neste campo historiográfico.

São bem-vindos artigos originais sobre temas, metodologias e experiências pedagógicas, comunitárias e/ou de investigação que se alicercem neste campo historiográfico.

A Revista Medi@ções está aberta à receção de propostas para este número temático até ao dia 31 de janeiro de 2021.


Consultar as Instruções para autores
 
Publicado: 2020-10-30
 
Mais Notícias...

v. 8, n. 2 (2020): Pensamento Computacional, Programação e Robótica na aprendizagem

A utilização da programação e da robótica na educação não é uma novidade, remontando as primeiras experiências nesta área à década de 1960, quando Seymour Papert e a sua equipa desenvolveram a linguagem de programação LOGO no Massachusetts Institute of Technology (MIT). Também em Portugal, no âmbito do projeto Minerva, o LOGO e os robôs educativos foram usados em diversos contextos educativos.

Nos últimos anos tem vindo a ganhar importância a atenção prestada ao pensamento computacional, à programação e à robótica, que se concretiza na implementação de diversas atividades relacionadas com estas áreas, em contextos educativos formais ou não formais. São disso exemplo as iniciativas da Direção Geral de Educação (DGE), em Portugal, os Clubes de programação e robótica, que distinguem escolas com boas práticas nestas áreas, ou ainda os projetos Iniciação à Programação no 1.º Ciclo do Ensino Básico e Programação e Robótica no Ensino Básico – Probótica, lançados a partir de 2015.

Ser criativo implica saber exprimir-se para transmitir ideias. O pensamento computacional, a programação e a robótica podem ser ferramentas importantes no desenvolvimento de formas de criatividade, permitindo aos alunos compreender o mundo que os rodeia e exprimir-se de forma criativa.

Este número da revista Medi@ções é um contributo para o debate sobre esta temática atual e pretende dar a conhecer projetos e trabalhos, nesta área, levados a cabo nos diferentes níveis de ensino e/ou áreas disciplinares, em diferentes contextos de aprendizagem com as mais variadas tecnologias ou até sem elas. São bem-vindos os contributos de investigadores e professores que desejem partilhar os seus conhecimentos e as suas práticas.

Sumário

João Vítor Torres, Miguel Figueiredo
PDF
1 - 3

Dossier

Maria da Luz Simas, Maria do Rosário Rodrigues, Pedro Felício
PDF
4 - 14
Cristina Azevedo Gomes, Helena Gomes, Belmiro Rego, Pedro Neves Rito
PDF
15 - 32
Vânia Pires Ramos
PDF
33 - 46
Filipe T. Moreira, Isabel Cabrita, Maria José Loureiro, Cecília Guerra
PDF
47 - 62
João Carvalho Sousa, Manuel Meirinhos, Maria Raquel Patrício, Vítor Gonçalves
PDF
63 - 78
Carlos Alberto Silva
PDF
79 - 92

Outros artigos

Abel Nogueira López
PDF
93 - 107
Diogo Mendes, Fábio Silva, Pedro Nascimento, Ana Pereira, Teresa Figueiredo, Ana Figueira, Paulo Nunes, Fernando Santos, Mário Espada
PDF
108 - 118
Ana Luísa Oliveira Pires
PDF
119