Intervenção não-formal de inclusão de estudantes angolanos. Novos desafios, novas realidades, novas respostas.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Paulo Feytor Pinto

Resumo

Neste texto apresenta-se um projeto de inclusão de estudantes angolanos no ensino superior português. Estes estudantes têm um repertório linguístico-comunicativo que os distingue claramente dos seus colegas: falam e escrevem em português angolano, não têm qualquer contacto anterior com a interação oral em português europeu e a experiência de escolarização em Angola não lhes possibilitou o desenvolvimento de competências linguístico-comunicativas exigidas no ensino superior português. Com base neste perfil sociolinguístico, foi organizada uma oficina, cujos tutores são estudantes escolarizados em Portugal, tendo em vista, além da integração na comunidade académica, o desenvolvimento das seguintes competências: compreensão, expressão e interação oral, leitura de textos e de imagens, reflexão sobre o funcionamento da língua em contexto de leitura e três modalidades de produção escrita.

In this paper we present a program for the inclusion of Angolan students in Portuguese higher education. These students have a communicative and linguistic repertoire that clearly distinguishes them from their peers: they speak and write in Angolan Portuguese, they have had no previous contact with oral interaction in European Portuguese and their schooling experience in Angola has not developed language and communication skills required in Portuguese higher education. Based on this sociolinguistic profile, a workshop was organized aiming at the development of the following skills: oral comprehension, expression and interaction, reading texts and images, language awareness in reading context and three types of writing production. To better promote the integration of the Angolan in the academic community, the workshop tutors are peer students educated in Portugal.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Pinto, P. F. (2013). Intervenção não-formal de inclusão de estudantes angolanos. Novos desafios, novas realidades, novas respostas. Medi@ções, 2(1), 45–63. Obtido de https://mediacoes.ese.ips.pt/index.php/mediacoesonline/article/view/51
Secção
Dossier
Biografia Autor

Paulo Feytor Pinto, ESE/IPS

Professor do Departamento de Ciências da Comunicação e da Linguagem, da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal, equiparado a professor adjunto convidado. Também investigador integrado do Instituto de Linguística Teórica e Computacional e autor dos livros Formação para a Diversidade Linguística na Aula de Português (IIE-ME,1998), Como Pensamos a Nossa Língua e as Línguas dos Outros (Estampa, 2001), Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (INCM, 2009) e O Essencial sobre Política de Língua (INCM, 2010).