Educação, Multiculturalidade e Cidadanias: interceções de olhares e práticas de alunos, famílias e escolas

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Maria João Barroso Hortas

Resumo

Este artigo explora os contributos da escola, alunos e famílias na construção do diálogo intercultural. O estudo desenvolve-se em escolas localizadas na Área Me-tropolitana de Lisboa: o centro histórico da cidade e território suburbano do conce-lho de Sintra, recorrendo a i) análise documental dos projetos educativos de agru-pamento; ii) um inquérito por questionário dirigido a alunos e famílias; iii) análise qualitativa e quantitativa das respostas de alunos e famílias.
Os resultados indicam-nos algumas divergências nas perspetivas e estratégias para a integração e formação em contextos escolares multiculturais, permitindo avançar com algumas orientações para a definição de políticas de escola que valorizem a educação intercultural.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Hortas, M. J. B. (2017). Educação, Multiculturalidade e Cidadanias: interceções de olhares e práticas de alunos, famílias e escolas. Medi@ções, 5(1), 62–79. Obtido de https://mediacoes.ese.ips.pt/index.php/mediacoesonline/article/view/157
Secção
Dossier
Biografia Autor

Maria João Barroso Hortas, Escola Superior de Educação-Instituto Politécnico de Lisboa Centro de Estudos Geográficos-IGOT-UL

Professora de Geografia, Didatica do Estudo do Meio e da Historia e Geografia, Educação e Multiculturalidade, Desenvolvimento Local, na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Lisboa (departamento de Ciências Humanas e Sociais), doutora em Geografia Humana pela Universidade de Lisboa. A sua atividade docente centra-se na formação de educadores de infância (0-6 anos) e de professores do ensino básico (6-12 anos) e educadores sociais, temáticas sobre a qual também desenvolve uma parte da sua investigação. Como investigadora do núcleo Migrare, do Centro de Estudos Geográficos, Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa, dedica-se ao estudo da integração de população imigrante, em particular a integração em contexto escolar de crianças e jovens de origem imigrante e a educação intercultural.