A inclusão de crianças africanas negras no Brasil: Trajetórias curriculares antirracistas em construção

Caroline Delfino dos Santos

Resumo


Esse artigo apresenta um estudo sobre (re)configuração curricular adotada por escolas em Duque de Caxias/RJ em razão da inserção de crianças africanas negras. Trata-se de uma análise sobre os processos de inclusão/exclusão aos quais tais crianças foram submetidas. Com base nas narrativas docentes, os resultados revelam que, embora as escolas ainda não tenham construído uma pedagogia específica para o atendimento de alunos em contexto migratório, um olhar mais atento sobre as diferenças de caráter étnico-racial contribui para o desenvolvimento de experiências antirracistas.

Texto Completo:

PDF


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.



Medi@ções
Revista Online da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal
ISSN: 1647-3078

http://mediacoes.ese.ips.pt

mediacoes@ese.ips.pt

Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal | Campus do IPS | Estefanilha | 2914-504 Setúbal | Portugal


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.