MC Melody e MC Brinquedo: infância e gênero nas narrativas dos funkeiros mirins no YouTube

Vanessa Estevam, Lidia Marôpo, Inês Vitorino Sampaio

Resumo


Este artigo discute as representações de infância e gênero pelos funkeiros mirins MC Melody e MC Brinquedo, exemplos de como o funk brasileiro se tornou atrativo para jovens que buscam ascensão social. São analisados seis vídeos no YouTube e comentários. Sexo e dinheiro são temas centrais dos vídeos, que desafiam o ideal da infância como um período de inocência e dependência. O público critica a performance erotizada de Melody, mas poupa Brinquedo, que apresenta conteúdo sexual mais explícito.

Texto Completo:

PDF


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.



MEDI@ÇÕES - Revista Online da ESE/IPS
ISSN: 1647-3078

http://mediacoes.ese.ips.pt
mediacoes@ese.ips.pt

Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal | Campus do IPS | Estefanilha | 2914-504 Setúbal | Portugal


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.