Educação em arte: encruzilhadas e caminhos

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Margarida Rocha

Resumo

O presente artigo parte da ideia de que é urgente e necessária a ligação entre a vida e a arte, entre o quotidiano e a escola, perspetivando a educação em arte como uma ponte para o diálogo e para a compreensão, aceitação e valorização da diversidade cultural dos mundos que nos rodeiam. Tem como finalidade contextualizar o lugar e função das artes visuais no currículo escolar e pretende perspetivar alguns fundamentos da Educação em Arte, tendo em conta aspetos cognitivos e culturais, assim como referir algumas abordagens que fundamentam a relevância da arte na educação. É abordado o contributo da arte para o desenvolvimento cognitivo, social e cultural, entendendo-se o objeto artístico como um produto cultural que reflete as condições de produção e propõe novos significados. Reflete-se, ainda, sobre a relação fruição/produção e sobre a necessidade de interpretar a informação para poder chegar à significação.
Palavras-chave: Educação em arte; cultura visual

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Rocha, M. (2013). Educação em arte: encruzilhadas e caminhos. Medi@ções, 2(1), 33–44. Obtido de https://mediacoes.ese.ips.pt/index.php/mediacoesonline/article/view/49
Secção
Dossier
Biografia Autor

Margarida Rocha, ESE/IPS

Prof. Coordenador, Departamento de Artes, área: metodologias de ensino artístico