História Local e atores sociais – A presença do Protestantismo em Vila Nova de Gaia: das escolas ao associativismo (1868-2015)

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

José António Afonso
http://orcid.org/0000-0002-7061-306X
António Manuel S. P. Silva
http://orcid.org/0000-0002-2403-4737

Resumo

Apresenta-se uma leitura conjunta da rede escolar local da Igreja Lusitana, captando de forma sumária as dinâmicas educativas e pedagógicas destas escolas e a sua reconfiguração, no século XX, num projeto de amplitude social: a criação da Associação das Escolas do Torne e do Prado (AETP). Evidenciamos que dois grandes ciclos podem ser detetados: o das Escolas a que se sucede o do Associativismo. Sublinham-se os inequívocos contributos de uma religião minoritária, na criação de fortes vínculos com as comunidades e a sociedade envolvente, geradoras de uma identidade simbólica e perene na educação popular em Vila Nova de Gaia.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Afonso, J. A., & S. P. Silva, A. M. (2021). História Local e atores sociais – A presença do Protestantismo em Vila Nova de Gaia: das escolas ao associativismo (1868-2015). Medi@ções, 9(1), 196–220. Obtido de http://mediacoes.ese.ips.pt/index.php/mediacoesonline/article/view/311
Secção
Dossier