Da programação por blocos ao pensamento computacional: contributos do projeto Gen10s

João Carvalho Sousa, Manuel Meirinhos, Maria Raquel Patrício, Vítor Gonçalves

Resumo


O presente artigo incide sobre a operacionalização da iniciativa Gen10s em quatro concelhos do distrito de Bragança, iniciativa essa que já abrangeu no referido distrito cerca de quatrocentos alunos do 2º Ciclo do Ensino Básico (10/11 anos de idade). O projeto Gen10s impulsiona a inclusão em contexto educativo de atividades de programação em Scratch, uma linguagem de programação visual, por blocos, amigável, que permite criar jogos, animações e histórias interativas. Este ambiente possibilita desenvolver nos alunos um conjunto de aptidões, tais como: competências digitais; competências de comunicação e sociais; competências relacionadas com as áreas disciplinares e não disciplinares, bem como o pensamento computacional, o raciocínio lógico, a resolução de problemas e a criatividade. Além de um breve enquadramento teórico e descrição sucinta (objetivos, escolas e alunos envolvidos, equipamentos e recursos humanos e materiais disponíveis), evidencia-se a análise realizada pelos professores Scratch de cada uma das equipas, e cria-se uma grelha analítica que permita analisar criticamente as produções dos alunos envolvidos.

Texto Completo:

PDF


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.



Medi@ções
Revista Online da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal
ISSN: 1647-3078

http://mediacoes.ese.ips.pt

mediacoes@ese.ips.pt

Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal | Campus do IPS | Estefanilha | 2914-504 Setúbal | Portugal


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.