O Estatuto do Animador Sociocultural: contributos e reflexão para o seu percurso

Isabel Filipe

Resumo


O presente artigo pretende contribuir para a história da Animação Sociocultural assim como para a valorização do trabalho dos Animadores Socioculturais em Portugal.
Recorda-se o tempo e caminho traçado em volta do Estatuto Profissional da Carreira de Animador/a Sociocultural, a partir de factos e momentos históricos realçando os principais passos dados até aos dias de hoje.
Aponta-se o atual debate em volta do referido documento concebido pela APDASC (Associação Portuguesa para o Desenvolvimento da Animação Sociocultural) e reflete-se sobre a importância de criar e aprovar um estatuto colocando-o como uma prioridade na salvaguarda dos direitos e deveres do profissional que exerce a profissão.

Texto Completo:

PDF


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.



Medi@ções
Revista Online da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal
ISSN: 1647-3078

http://mediacoes.ese.ips.pt

mediacoes@ese.ips.pt

Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal | Campus do IPS | Estefanilha | 2914-504 Setúbal | Portugal


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.