Mano Preto, Mano Branco: Uma estratégia pedagógica na disciplina de História

Jaime Pinho, Vasco Caleira

Resumo


A estratégia pedagógica implementada para a construção do livro “Mano Preto, Mano Branco” vai de encontro a um tema central na formação cívica e da história de Portugal na sua relação de séculos com Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, S. Tomé e Príncipe. Timor.
Foi realizado por seis turmas do 9º ano da Escola Secundária João II de Setúbal e por três docentes de história e resultou de uma série de entrevistas com 50 pessoas que viveram nas colónias de Angola e Moçambique entre 1950 e 1974.
Os 131 estudantes aceitaram a proposta de fazermos um estudo sobre o colonia-lismo assumindo que este trabalho era de investigação sobre um tema tabu na sociedade.

Texto Completo:

PDF


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.



Medi@ções
Revista Online da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal
ISSN: 1647-3078

http://mediacoes.ese.ips.pt

mediacoes@ese.ips.pt

Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal | Campus do IPS | Estefanilha | 2914-504 Setúbal | Portugal


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.