Avaliação e controlo do treino em ginastas

Rodrigo Couto, Alexandre Reis, Fábio Coelho, Tiago Oliveira, Paulo Nunes, Teresa Figueiredo, Ana Figueira, Ana Pereira, Mário Espada

Resumo


O objetivo do presente estudo foi determinar as variáveis que influenciam o sucesso na ginástica de trampolins através de avaliação e controlo do treino. 8 atletas masculinos de um clube com palmarés relevante na ginástica a nível nacional e internacional foram avaliados (idade 13.0±2.27; altura 1.59±0.10 m; peso 50.80±11.72 kg; %MG 17.60±6.46). Foi analisada composição corporal, dados antropométricos, salto em comprimento, salto em contramovimento e elementos específicos da ginástica de trampolins como série de velas e obrigatória. Verificou-se que variáveis antropométricas e composição corporal determinam o desempenho desportivo em ginastas de trampolim em idade pré pubertária e devem se muito consideradas no processo de treino desportivo. Também, a deteção de talentos na modalidade desportiva deve considerar a avaliação de variáveis antropométricas e composição corporal, indicadores mais importantes que a capa-cidades físicas como a força que não são muito relevantes no sucesso desportivo na especialidade de ginástica de trampolins na fase pré pubertária.

Texto Completo:

PDF




MEDI@ÇÕES - Revista Online da ESE/IPS
ISSN: 1647-3078

http://mediacoes.ese.ips.pt
mediacoes@ese.ips.pt

Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal | Campus do IPS | Estefanilha | 2914-504 Setúbal | Portugal